quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Síntese teórica da Teoria do Design Inteligente (Tedeísmo)



1 – Complexidade Irredutível:
“Um sistema único composto de várias partes compatíveis, que interagem entre si e que contribuem para sua função básica, caso em que a remoção de uma das partes faria com que o sistema deixasse de funcionar de forma eficiente” (Behe, Zahar, 1977). Por exemplo, a  ratoeira, que tem por função apanhar ratos, de modo que, faltando-lhe uma das partes, perde-se esta função, ou melhor, ela deixa de cumprir a função para a qual fora planejada. 

2 – Complexidade especificada:
Padrões complexos específicos podem ser encontrados nos organismos, de modo que se torna possível quantificar a inferência de planejamento em termos do que William Dembski chama de "recursos probabilísticos" de um sistema. Nesse sistema pode-se concluir a impossibilidade de padrões complexos se desenvolverem  mediante um processo aleatório, como a seleção natural. Por exemplo: Uma sala com 100 macacos e 100 computadores podem, eventualmente, produzir algumas palavras ou mesmo uma frase inteira, porém, nunca poderá produzir um romance de Machado de Assis. 

É isso!


Nenhum comentário:

Postar um comentário