quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

O Tedeísmo é o mesmo que Criacionismo?

Não!

O Tedeísmo tem por finalidade detectar – empiricamente – se o “aparente desenho” da natureza, o qual é reconhecido virtualmente por todos os biólogos, seja de fato um desenho verdadeiro (produto de uma causa inteligente) ou se é apenas o resultado de um processo não direcionado como a Seleção Natural. Já o criacionismo fundamenta tem suas teses fundamentadas numa interpretação literal do relato bíblico do Gênesis. O Tedeísmo é estritamente agnóstico quanto a identidade de um planejador. Em outras palavras: não está preocupado em identificar a natureza de planejador, mas apenas em detectar empiricamente se há um PLANO (desenho – design) na natureza. 


Críticos honestos do Desenho Inteligente reconhecem que há sim distinção entre Tedeísmo e Criacionismo. O historiador da ciência Ronald Numbers, da Universidade de Wisconsin, não obstante um crítico da Teoria do Desenho Inteligente, “concorda que o rótulo criacionista não deve ser aplicado ao Tedeísmo".

Então por que os darwinistas insistem em afirmar que ambos são da mesma estirpe?

Segundo Dr. Numbers, isto ocorre porque eles (os darwinistas) acreditam que esta seja “a maneira mais fácil de desprestigiar a Teoria do Desenho Inteligente”. Em outras palavras: trata-se de uma estratégia retórica dos darwinistas a fim de tentar suprimir o mérito científico e filosófico do Tedeísmo.

Ademais, como bem realça Michael Behe: “O dilema é que, enquanto um lado do elefante é etiquetado como planejamento inteligente, o outro poderia ser rotulado como Deus.”


É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário